skip to Main Content

Como viajam os millennials?

Autora: Kelly Juste – Mídia.Crawl

Aprenda 4 lições que somente os nascidos na Geração Y podem ensinar

Mochila nas costas, um destino fora de rota e smartphone na mão. Se você se identificou com esse estilo, é provável que seja um representante da Geração Y, os famosos millennials. Nascidos entre 1980 e 2000, eles fazem parte do grupo de viajantes que quer experiências exclusivas, mas sem que isso remeta, necessariamente, ao luxo. Para eles, vale muito mais conhecer a cultura local do que aquele hotel cheio de pompa.

Quer conhecer mais sobre o jeito millennial de viajar? Então, continue por aqui e aprenda algumas lições que esses jovens adultos têm para o turismo.

Viajar mais e trabalhar menos

Lendo assim pode até soar estranho, afinal, você sabe que para viajar é preciso ter algum dinheiro guardado — e até onde sabemos, é trabalhando que isso acontece. Mas, o que os millennials querem ensinar é que não é preciso muito para sair por aí desbravando o mundo. Para eles, aquela história do “menos é mais” é altamente aplicável, uma vez que eles têm mais facilidade em viver com menos estrutura.

“Viajar, além de relaxar, é algo gratificante e enriquecedor. Viver experiências, conhecer lugares incríveis e novas culturas é conhecimento; é vida”, enfatiza a instrutora de treinamento e professora, Liliane Alves (31).

Para se ter uma ideia, um estudo realizado pela Eventbrite revelou que os millennials preferem gastar dinheiro em experiência do que em itens materiais. E viajar, claro, está na lista de prioridades.

“Aos 15 anos comecei a trabalhar e guardar dinheiro. Com 25 eu tinha três opções com meu dinheiro guardado: comprar um carro, fazer minha pós graduação ou um intercâmbio. Sem dúvida fui fazer meu intercâmbio e realizar meu sonho de criança de conhecer o mundo”, relembra a analista de produto, Bruna Ereno Goepfert (31).

Viajar é fácil

Esqueça aquela história de que viajar é complicado. Para os millennials não existe nada mais equivocado do que isso. É por isso que eles são um dos maiores adeptos da tecnologia mobile. Afinal, além de facilitar o dia a dia, a tecnologia também ajuda a encarar possíveis desafios da viagem.

“Acho que alguns aplicativos de viagem são bastante úteis, principalmente aqueles para o planejamento, como de pequisa de passagem e hotel”, conta a servidora pública, Marina Soares (33).

Álbum de fotografia virtual

Os millennials podem até viajar sozinhos, mas nunca sem o seu smartphone. Por não se importarem muito com a privacidade, eles acabam apostando nas mídias sociais como maneira de guardar (e exibir) as fotos da sua viagem.

Aliás, viagem e mídias sociais têm tudo a ver com essa geração, que dedica parte do tempo compartilhando fotos nesses canais.

Só não se informa quem não quer

Seja por meio de filmes, conversas com os amigos ou pesquisa na internet, os millennials sempre dão um jeito de buscar informações que guiarão a decisão de sua próxima viagem.

Blogs de viagem, Instagram de influenciadores digitais e grupos sobre o tema costumam ser bastante explorados por essa geração, que gosta de ter referências sobre o local, dicas do que fazer e, quem sabe, descobrir uma rota fora do tradicional.

“Gosto de destinos que não sejam o padrão, pois estou sempre a procura de belezas naturais. Então, acabo optando por países bem distantes, onde eu consiga encontrar isso e também porque gosto de me imaginar no mapa”, conta a designer, Aline Souza (31).

Mas, atenção! Esse jeito aparentemente seguro é uma forma de “mascarar” outra características da Geração Y: ela tem aversão ao risco! Por isso, a determinação em colher o máximo de informação possível.

“Procuro sempre checar em blogs e instagrans a opinião de quem já viajou para o destino que escolhi. Viajar é sempre um aprendizado no qual coleciono experiências diferenciadas, mas gosto de me certificar antes de que a viagem vai ser como imagino”, revela a gerente de marketing e coach, Caroline Melo (29).

Se identificou com o estilo millennial de viajar? Ainda que os gostos possam variar, uma coisa é certa: eles adoram se sentir inseridos no lugar e não apenas em uma pose para cartão postal. Faça parte desse mundo também!

 

 

Fique por dentro e curta nossas Redes Sociais!!!

               

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top